O patriotismo marialva

Em Portugal, a cobardia de políticos, intelectuais, comentadores e até de feministas em relação ao caso Ronaldo tem sido reveladora do país que somos, um país de amedrontados, um país de cínicos que usam as palavras como táticas de poder pessoal, Calma, não podemos melindrar o herói do povo!, Cuidado, vamos ser inundados de hatemail! É verdade que as radicais da inquisição internética acham que basta um tweet de uma mulher a dizer “ele violou” para que o homem em questão seja punido e banido. Mas agora descobrimos em Portugal o extremo oposto: uma sociedade inteira que recusa olhar para um caso bastante detalhado apresentado por uma das principais publicações europeias (“Der Spiegel”).

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito para Assinantes ou basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso, pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido