Não é milagre, é embuste

Ainda tenho aquele hábito de folhear os jornais de manhã. Um café sem um jornal é como comer um pastel de nata em vez de um pastel de Belém… é bom mas não é a mesma coisa.

Esta quarta-feira não foi diferente. Só que o café teve um gosto mais amargo do que o habitual. A capa do “Negócios”, o único diário de economia que ainda sobrevive, é um prenúncio do mal que nos espera. Uma estalada com as costas da mão em todos o que acham que a esquerda conseguiu o milagre económico. Os mesmos que teimam em insistir que a gerigonça salvou o país quando na realidade construiu os alicerces de mais um buraco para onde caminhamos alegremente.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito para Assinantes ou basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso, pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido