Diário

Alemanha. “Temos um governo a funcionar, não há uma crise. Mas as pessoas estão cada vez menos pacientes”

Merkel e Schulz: grande coligação 2.0

CLEMENS BILAN/ epa

Mesmo que tudo corra pelo melhor, até abril não haverá novo Executivo empossado. No entanto, não há falta de Governo em Berlim para gerir o país. O Expresso falou com Philipp Sähloff, analista político do think-tank berlinense Das Progressive Zentrum, que disse que só os mais pessimistas falam em “crise governativa” e negou que ela existisse

Cristina Peres

Cristina Peres

Jornalista de Internacional

Os três partidos reuniram-se durante quase 24 horas seguidas e decidiram à última da hora. Já foi na madrugada de sexta-feira que saiu fumo branco das conversações exploratórias para a constituição de uma base para um futuro acordo de coligação entre os democratas-cristãos da CDU, os sociais-cristãos da CSU e os sociais-democratas do SPD.

Agora, estão todos prontos para dar o tiro de partida para as negociações formais para a nova coligação que governará nos próximos quatro anos. Falta acertar muitos pormenores e falta a aprovação das bases dos partidos, que vão ser consultadas de seguida.

Publicamos ainda uma infografia onde se pode avaliar a que partidos interessavam outros cenários governativos que não o que agora começa a tomar forma.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito para Assinantes ou basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso, pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido