Economia

Bolsa. Plano de reestruturação da Oi dá gás à Pharol

A empresa, detentora de mais de 20% da Oi, está a subir mais de 5% esta manhã

A Pharol está esta quinta-feira a ganhar 5,26% na Bolsa de Lisboa, impulsionada pelo novo plano de recuperação judicial da Oi, apresentado na última madrugada no Brasil.

A empresa liderada por Luís Palha da Silva, dona de mais de 20% da Pharol, já tinha fechado a sessão de ontem em alta de 7%, na sequência de notícias a garantir que a administração da Oi tinha aprovado o plano de recuperação da empresa e, hoje, as suas acções seguem a 0,44%.

O novo plano de recuperação da Oi, focado na redução da dívida de mais de 65 mil milhões de reais(17 mil milhões de euros) da empresa, propõe um aumento de capital de nove mil milhões de reais ou 2,4 mil milhões de euros.

A proposta, entregue a 11 de outubro à justiça brasileira, permite aos credores e acionistas da Oi a compra de ações da cotada , mas dos 9 mil milhões de reais em causa 6 mil milhões terão de ser garantidos em dinheiro. Os credores poderão, também, converter parte da dívida em ações, indica a agência Bloomberg.

O plano ainda tem de ser aprovado pelos credores a 23 de outubro.