Economia

Área de produção biológica aumentou para 243,8 mil hectares em 2016

De acordo com o Relatório do Estado do Ambiente hoje divulgado pela Agência Portuguesa do Ambiente a produção em regime biológico apresentou um aumento de 21% em realação a 2010

A área agrícola em modo de produção biológico subiu para 243.816 hectares em Portugal continental, em 2016, e corresponde a 6,7% do total da superfície agrícola utilizada, indica o Relatório do Estado do Ambiente 2017 (REA).

O REA, disponível no 'site' de internet da Agência Portuguesa do Ambiente (APA), refere também que em 2016, na produção animal, os ovinos e os bovinos foram as principais espécies animais em modo de produção biológica, representando cerca de 40,2% e 37,6% respetivamente do efetivo nacional total naquela forma de produção.

Dados da Direção-geral da Agricultura e Desenvolvimento Rural (DGADR) relativos a 2015, apontavam para uma superfície em agricultura biológica de 239.864 hectares, equivalente à área do distrito do Porto.

O peso da superfície em agricultura biológica em relação à superfície agrícola utilizada total era em 2015 de cerca de 7%, com as regiões do Alentejo e da Beira Interior a apresentar maior percentagem (64% e 19%, respetivamente).

Segundo a APA, em 2016, a produção biológica apresentou um aumento de 21% na comparação com 2010.