Economia

Um novo cartão para executivos e viajantes

É seguro, prático e polivalente. Lançado esta semana, o novo cartão da Unicâmbio "Cash4Travel" ainda troca euros por milhas.

Quem viaja muito, em lazer ou em trabalho, sabe que o dinheiro que se leva é um ponto-chave. Há quem tema os assaltos, outros as perdas acidentais, outros ainda que as divisas não cheguem... A Unicâmbio antecipou todos esses problemas e criou um cartão perfeito para viajantes: o Cash4Travel. Pré-pago com a quantia que se quiser, tem um pin de segurança que impede qualquer outra pessoa de o usar, e é multidivisas (o único em Portugal), com as seguintes moedas: euros, dólares, libras, franco Suíço e real do Brasil.
As conversões não têm taxas associadas, pelo que pode voar dos EUA para o Reino Unido e pagar com o mesmíssimo cartão, sem ter o incómodo de procurar uma casa de câmbio. Mas talvez uma das maiores vantagens seja a de poder acumular milhas no cartão da TAP Victoria. Os passageiros frequentes há muito se habituaram aos benefícios deste cartão, em descontos de viagens e 'upgrades' de serviços. Com o Cash4Travel, que é personalizado, um carregamento de 1 euro corresponde a 1 milha (100 euros 100 milhas, e por aí fora). Estas ficam imediatamente disponíveis, e para quem já possui o cartão TAP Victoria, há um bónus de 500 milhas associado. O Cash4Travel também se associou ao Mastercard.
Com uma rede de 80 balcões, a Unicâmbio encontra-se fortemente implantada a nível nacional, e está a internacionalizar-se. Tem um balcão em Talatona (Angola), outro em Bissau, e há outros dois em Londres a serem negociados até ao final do ano. Atualmente, são 10 000 os cartões em uso, e prevê-se carregar um valor de 2 a 3 milhões de euros até ao fim de 2017. A Unicâmbio é agente da Western Union, o maior operador mundial de transferências de dinheiro, o que permite levantar dinheiro em mais de 480.000 localizações (em cerca de 200 países). O cartão Gold custa 15€ e o Titânio (sem comissões nos carregamentos em moeda estrangeira) 50€. Uma coisa é certa: com este cartão no bolso não há viagem ao Rio de Janeiro (ou a sítios com poucas garantias de segurança) que lhe tire o sono...