Economia

NAV adere hoje a novo sistema de navegação aérea

Acordo de adesão da NAV ao consórcio Coopans Alliance é assinado esta manhã. A participação da empresa de navegação aérea no consórcio internacional "permitirá, a curto prazo, a introdução em Portugal de um novo sistema de controlo de tráfego aéreo, uma das condições necessárias para a concretização do projeto de expansão da capacidade aeroportuária da zona de Lisboa, que o Governo está a desenvolver", refere o ministério do Planeamento e das Infraestruturas

É assinado esta manhã o acordo de adesão da NAV - Navegação Aérea de Portugal ao consórcio Coopans Alliance, numa cerimónia que contará com a presença do ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marues, o secretário de Estado das Infraestruturas, Guilherme d’Oliveira Martins, e o presidente do consórcio, Thomas Hoffmann, conforme o Expresso avançou no sábado.

"A participação da NAV no consórcio internacional COOPANS permitirá, a curto prazo, a introdução em Portugal de um novo sistema de controlo de tráfego aéreo, uma das condições necessárias para a concretização do projeto de expansão da capacidade aeroportuária da zona de Lisboa, que o Governo está a desenvolver", refere o ministério do Planeamento e das Infraestruturas.

Numa primeira fase, a NAV vai ser "integrada no consórcio como membro candidato e, depois de verificadas determinadas condições e da harmonização dos procedimentos com os restantes membros no sentido da compatibilização, passará a membro de pleno direito", explicou ao Expresso Jorge Ponce Leão, presidente da empresa. Processo que "poderá demorar entre três a 12 meses", adiantou.