Economia

Atividade económica cai em março, clima económico estabiliza em abril

Há aceleração da componente de consumo corrente e um abrandamento da componente de consumo duradouro, diz o INE

O indicador de atividade económica, disponível até março, diminuiu, enquanto o indicador de clima económico, disponível até abril, estabilizou, anuniciou hoje o Instituto Nacional de Estatística (INE). Verificou-se "uma aceleração da componente de consumo corrente e um abrandamento da componente de consumo duradouro", diz o instituto.

Em números, o indicador de atividade económica recuou para os 2,5 pontos em março, contra 2,6 pontos em fevereiro, E esta é uma tendência que já se notava nos quatro meses anteriores, sublinha o INE.

No clima económico, no entanto, há estabilidade e, em abril, manteve-se nos 2,1 pontos.

Quanto ao indicador de Formação Bruta de Capital Fixo (FBCF) acelerou "devido ao maior contributo positivo das componentes de material de transporte e máquinas e equipamentos, enquanto a componente de construção apresentou um contributo positivo menos intenso", refere o INE na última síntese económica de conjuntura, relativa a abril.