Economia

Inflação terá diminuído para 1,2% em agosto

A estimativa do Instituto Nacional de Estatística para a taxa de inflação de agosto aponta para uma redução para 1,2%, quando o valor apurado para julho foi de 1,6%. Dados definitivos serão anunciados a 12 de setembro

A estimativa rápida sobre o Indice de Preços no Consumidor (IPC) aponta para uma variação homóloga de 1,2% em agosto. Em julho a taxa de inflação ficou nos 1,6%, segundo o Instituto Nacional de Estatística (INE).

Já quanto à variação homóloga estimada do indicador de inflação subjacente, excluindo produtos alimentares não transformados e energéticos, terá sido de 0,6%, contra 1% observado em julho. Também a taxa de variação homóloga do índice relativo aos produtos energéticos terá diminuido de 7,7% em julho para 7,4% em agosto.

Em termos mensais, a variação do IPC terá sido de 0,3% estimando-se uma variação média dos últimos 12 meses de 1,2% (mais 0,1 pontos percentuais face ao registado no mês precedente). Em julho o valor apurado foi de menos 0,6%, e em agosto de 2017 tinha sido nulo, sublinha o INE.

Já "o indice Harmonizado de Preços no Consumidor (IHPC) português terá registado uma variação homóloga de 1,3% (o valor observado em julho foi 2,2%)", refere o INE adiantando que "os dados definitivos referentes ao IPC do mês de agosto serão publicados no próximo dia 12 de setembro".