Economia

FMI: dívida pública portuguesa deverá atingir 103% do PIB em 2023

No relatório com as previsões orçamentais do mundo, o FMI prevê que a dívida pública portuguesa vá reduzir-se de 125,7% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2017 para 102,8% em 2023, o que representa uma diminuição de 22,9 pontos percentuais no período

O Fundo Monetário Internacional (FMI) estima que Portugal consiga reduzir a dívida pública para perto de 103% do PIB até 2023, uma redução superior a 20 pontos percentuais, segundo o ‘Fiscal Monitor’ divulgado esta terça-feira.

No relatório com as previsões orçamentais do mundo, o FMI prevê que a dívida pública portuguesa vá reduzir-se de 125,7% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2017 para 102,8% em 2023, o que representa uma diminuição de 22,9 pontos percentuais no período.

As previsões de outubro representam uma ligeira melhoria face às projeções de abril, que são coordenadas pelo ex-ministro das Finanças Vítor Gaspar, agora diretor do FMI.

No Programa de Estabilidade 2018-2022, o Governo estima uma redução da dívida pública de 23,6 pontos percentuais do PIB, mas em cinco anos (até 2022).

O executivo conta reduzir a dívida pública para 122,2% em 2018, para 118,4% em 2019, para 114,9% em 2020, para 107,3% em 2021 e para 102% em 2022.