Economia

Sonae investe em tecnológica israelita para vender mais e melhor

Eduardo Piedade, CEO da Sonae IM

Sonae

A ciValue trabalha com inteligência artificial e é o mais recente investimento da Sonae IM

Com o sector do retalho em transformação e o grupo Sonae a investir no negócio digital em várias frentes, a Sonae IM - Investment Management, acaba de juntar ao seu portfólio uma participação na CiValue, uma empresa israelita que utiliza a inteligência artificial para personalizar a oferta e ajudar o retalhista a conquistar e fidelizar consumidores.

A Sonae IM, em conjunto com a Nielsen e outros investidores, participou numa ronda de investimento de seis milhões de dólares (5,23 milhões de euros) da israelita ciValue, empresa que gere uma plataforma de marketing segmentado preciso e um portal de fornecedores para retalhistas.

"A tecnologia distintiva da ciValue representa um claro passo em frente de uma oferta tradicionalmente baseada em serviços, permitindo aos retalhistas colocarem-se no lugar do condutor da personalização e marketing de precisão", explica Eduardo Piedade, CEO da Sonae IM, área de investimento da Sonae centrada em tecnologias emergentes, no comunicado em que anuncia esta operação.

Ao lado da Sonae IM estiveram neste negócio outros investidores como a Nielsen, onde Julie Currie, vice-presidente sénior da área de Retail Product Leadership já disse querer apoiar a ciValue "como pioneira em tecnologia para retalho, potenciando a ligação ao consumidor e a fidelização, com ofertas personalizadas de futura geração".

Assim, através da inteligência artificial, numa plataforma eletrónica, a empresa ajusta as necessidades, desejos, hábitos dos consumidores ao retalhista, abrindo novas oportunidades à personalização da oferta, com marketing segmentado preciso.

Na apresentação da empresa, a CiValue diz que "potencia a personalização de ofertas dos chamados Fast Moving Consumer Goods (FMCG) por parte dos retalhistas, aumentando a ligação aos clientes e reforçando a fidelização, ao mesmo tempo que permite uma colaboração rentável com os fornecedores".

O objetivo é "alavancar este investimento para acelerar ainda mais o crescimento e a expansão global".

Depois de anunciar a criação de um centro comercial digital no âmbito da Worten, ampliando a oferta da empresa a novas gamas de produtos, e de se juntar ao CTT na DOTT para lançar uma plataforma onde vai juntar cinco milhões de referências, a Sonae mostra, agora, que continua interessada em vencer a barreira da massificação no negócio do retalho, usando neste caso a Sonae IM, a área de investimento do grupo voltado para as tecnológicas com aplicação no retalho, telecomunicações e cibersegurança.

A ciValue, fundada em 2014, por Beni Basel e Gilad Cohen, tem escritórios em Nova Iorque, Paris e Tel Aviv, permitindo alavancar o conhecimento dos consumidores de forma rápida, escalável e personalizada. Com base em ciência e algoritmos. potencia o aumento das vendas em base comparável de lojas.