Economia

Vistos Gold. Investimento acumulado ultrapassou os quatro mil milhões de euros em setembro

As casas nas Torres São Gabriel e São Rafael foram compradas por chineses com vistos gold

Nuno Botelho

Desde a criação deste instrumento, que visa a captação de investimento, foram atribuídos 6.562 ARI (Autorização de Residência para atividade de Investimento): dois em 2012, 494 em 2013, 1.526 em 2014, 766 em 2015, 1.414 em 2016, 1.351 em 2017 e 1.009 em 2018

O investimento acumulado através da atribuição de vistos 'gold' ultrapassou os 4.000 milhões de euros em setembro, mês em que o montante captado recuou 19% face a agosto, para 37 milhões de euros.

De acordo com os dados estatísticos do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), em quase seis anos – o programa de Autorização de Residência para atividade de Investimento (ARI) lançado em outubro de 2012 –, o investimento acumulado totalizou 4.004.151.394,98 euros em setembro, com a aquisição de bens imóveis a somar 3.630.878.531,35 euros.

A concessão de vistos 'gold' pelo critério de transferência por capital totalizou 373.272.863,63 euros no final do mês passado.

Em setembro, o investimento atingiu os 37.042.550,61 euros, uma descida de 19% face aos 45.697.573 euros obtidos em agosto.

Deste montante, 3.128.103,44 euros corresponderam ao investimento captado por via da transferência de capital e 33.914.447,17 euros por via do critério da aquisição de bens imóveis.

Desde a criação deste instrumento, que visa a captação de investimento, foram atribuídos 6.562 ARI: dois em 2012, 494 em 2013, 1.526 em 2014, 766 em 2015, 1.414 em 2016, 1.351 em 2017 e 1.009 em 2018.