Internacional

Avião com 71 pessoas a bordo despenha-se perto de Moscovo: passageiros “não tiveram qualquer hipótese de sobreviver”

O avião despenhou-se junto à localidade de Argunovo, na província de Moscovo, depois de ter desaparecido do radar. O presidente Vladimir Putin anunciou uma investigação ás causas do acidente e expressou as condolências ás famílias das vítimas

Um avião de passageiros AN-148 com 71 pessoas a bordo despenhou-se hoje nos arredores de Moscovo, divulgaram meios locais. O avião tinha 65 passageiros e 6 tripulantes a bordo, que “não tiveram qualquer hipótese sobreviver”, disse fonte do ministério de Emergência russo, citada pela agência Interfax.

Todos os 65 passageiros eram de Orenburg, a região russa para a qual o avião tinha destino, disse um porta-voz do governo regional à agência de notícias Interfax.

Segundo o site russo, gazeta.ru, fontes anónimas referiram que o piloto havia denunciado um mau funcionamento e pediu autorização para uma aterragem de emergência. A mesma agência noticiosa refere que no último ano não houve registo de acidentes com passageiros comerciais.

Segundo a BBC, o avião Antonov 148 desapareceu do radar dois minutos depois de descolar do aeroporto de Domodedovo. O aparelho Antonov An-148 da companhia Saratov Airlines tinha descolado em direção a Orsk, uma cidade dos Urais, e despenhou-se na localidade de Argunovo, no distrito de Ramensky, província de Moscovo.

Habitantes da zona onde o aparelho se despenhou disseram que viram o avião cair em chamas. E fontes dos serviços de emergência russos indicaram que os restos do aparelho foram avistados e que equipas de socorro estão a dirigir-se para o local.

Notícia atualizada às 13h44