Internacional

Uma das celebridades mais fervorosamente defensoras de Trump é cliente do advogado pessoal... de Trump

Sean Hannity, apresentador da FOX News, apoiante de Trump e, sabe-se agora, cliente do advogado pessoal do Presidente dos EUA

Taylor Hill/FilmMagic/Getty Images

Sean Hannity, apresentador da FOX News, garantiu que nunca pagou pelos serviços de Michael Cohen ou foi representado por ele — limitou-se a procurar aconselhamento legal confidencial junto dele. A celebridade costuma usar o seu programa semanal de televisão para defender Trump e, por vezes, o Presidente dos EUA também elogia o trabalho de Hannity

O advogado pessoal do Presidente dos EUA, Donald Trump, foi forçado esta segunda-feira a revelar que Sean Hannity, um dos mais fervorosos defensores do líder norte-americano, também estava na sua lista de clientes. Michael Cohen divulgou o nome de Hannity, celebridade do canal de notícias FOX News, por ordem do juiz de um tribunal federal de Nova Iorque.

No mesmo dia, Hannity garantiu que nunca pagou pelos serviços de Cohen ou foi representado por ele — limitou-se a procurar aconselhamento legal confidencial junto dele. O apresentador costuma usar o seu programa semanal de televisão para defender Trump do que apelida de ataques preconceituosos dos órgãos de comunicação social. Por vezes, o Presidente dos EUA devolve-lhe o mimo, elogiando o trabalho de Hannity.

Michael Cohen encontrava-se no tribunal para pedir ao juiz que limitasse a capacidade dos promotores federais de analisar os documentos apreendidos em sua casa e nos seus escritórios. A apreensão, realizada na semana passada, faz parte de uma investigação criminal decorrente, em parte, da investigação sobre o possível conluio entre a campanha presidencial do então candidato Trump e a Rússia.

A decisão do juiz foi acompanhada da galeria pública por Stormy Daniels, a atriz de filmes pornográficos que alega ter tido um encontro sexual com Donald Trump. Num outro processo, Stephanie Clifford, nome de batismo da atriz, afirma ter tido relações sexuais com o agora Presidente uma vez num quarto de hotel em Lake Tahoe, na Califórnia, durante um torneio de golfe de celebridades. Esse encontro ter-se-á dado em julho de 2006, um ano depois de Trump ter casado com a agora primeira-dama Melania e numa altura em que esta recuperava do parto do filho Baron.

Trump continua a desmentir o caso extraconjugal, apesar de um dos seus advogados ter desembolsado 130 mil dólares para que a atriz, à data com 27 anos, não revelasse o que aconteceu. Daniels tem tentado invalidar o acordo, que assinou dias antes das eleições presidenciais de 2016, disponibilizando-se a devolver o montante recebido para “repor a verdade”.