Internacional

Inundações no sul de França levam à retirada de 1600 pessoas, incluindo 184 campistas

BORIS HORVAT/AFP/Getty Images

Foram mobilizados 267 bombeiros e quatro helicópteros para resgatar as quase duas centenas de pessoas de três acampamentos. Todas se encontram seguras, à exceção de um alemão de 75 anos dado como desaparecido. A onda de calor do início da semana deu lugar a tempestades e fortes chuvas que atingiram o centro leste e o sudeste do país

As equipas de resgate tentam ainda encontrar um alemão de 75 anos, dado como desaparecido após as violentas tempestades desta quinta-feira no município de Saint-Julien-de-Peyrolas, no sul de França. O aumento súbito das águas do rio Ardèche terá levado o homem a refugiar-se na sua autocaravana, que acabou por ser levada e foi encontrada “vazia”, segundo as autoridades locais.

De acordo com o Ministério do Interior, 1600 pessoas foram retiradas por precaução nos departamentos de Ardèche, Gard e Drôme, incluindo 184 campistas que se refugiaram numa sala polivalente de Saint-Julien-de-Peyrolas.

O comandante dos bombeiros de Gard, responsável pela comunicação das operações, precisou que dez pessoas, incluindo cinco adolescentes, foram hospitalizados com ferimentos ligeiros ou sinais de hipotermia.

Foram mobilizados 267 bombeiros e quatro helicópteros para resgatar as quase duas centenas de pessoas de três acampamentos. Destas, 80 estão numa situação mais crítica. Contudo, todas se encontram seguras, à exceção do homem dado como desaparecido.

A onda de calor do início da semana em França deu lugar a tempestades e fortes chuvas que atingiram o centro leste e o sudeste do país, provocando cortes de energia.