• As histórias de quem morreu, de quem sobreviveu, mapas interativos, imagens de drone, opinião, reações: o fogo que põe Portugal de luto

    Incêndio em Pedrógão Grande matou pelo menos 61 pessoas, muitas das quais morreram dentro ou a fugir dos seus carros, há vários feridos e ainda desaparecidos, foi reportada falta de bombeiros, há aldeias evacuadas, Espanha está a ajudar, o país está em choque – o relato é mesmo assim, devastador. Foram decretados três dias de luto nacional. António Costa chamou-lhe “a maior tragédia de vidas humanas que temos visto em Portugal nos últimos tempos”, Marcelo comoveu-se com um abraço ao secretário de Estado que anunciou as mortes, o Governo diz que chegará o tempo de entender o que correu mal. Este é o artigo que lhe relata o que se sabe, porque as notícias más podem ficar piores