João Vieira Pereira Diretor-Adjunto

O que fazem dois ‘homens maus’ à volta de uma mesa?

12 de Junho de 2018

CIMEIRA EUA COREIA DO NORTE À hora que escrevia este Expresso Curto Donald Trump e Kim Jong-un assinavam um acordo histórico cujo conteúdo começa a ser conhecido. Mas as palavras de Trump não deixam dúvidas sobre a perceção que o Presidente norte-americano teve em relação ao encontro: “melhor do que alguém poderia imaginar”.

A Bloomberg diz que teve acesso ao documento e que estes serão os 4 pontos do acordo:
1. Os Estados Unidos e a Coreia comprometem-se a estabelecer novas relações em acordo com o desejo de manter a paz e prosperidade dos dois países.
2. Os dois países irão juntar esforços para construir um longo e estável regime de paz na Península da Coreia.
3. A Coreia do Norte compromete-se com a total desnuclearização da Península da Coreia.
4. Os Estados Unidos e a Coreia do Norte comprometem-se a recuperar os restos mortais de prisioneiros de guerra e desaparecidos em combate, bem como o imediato repatriamento dos já identificados.

No final da manhã de trabalhos entre as duas delegações os dois apareceram juntos com os documentos assinados e o mundo foi brindado com as declarações de um Trump otimista: “tivemos um dia fantástico e aprendemos muito sobre cada um dos nossos países”. E quando lhe perguntaram o que aprendeu sobre Kim, respondeu: “descobri que ele é um homem muito talentoso e que ama muito o seu país”.

Para Kim Jong-un esta foi uma reunião histórica na qual a Coreia decidiu “deixar o passado para trás” e que a partir deste dia “o mundo vai assistir a uma grande mudança”.

Eram duas da manhã em Lisboa quando começou o aperto de mão que durou 13 segundos, trocaram-se as palavras de circunstância. O líder norte-coreano foi contido ao dizer que “não foi fácil chegar até aqui. Houve obstáculos mas ultrapassámo-los para aqui estarmos”, enquanto o presidente norte-americano teceu elogios ao ditador, passando a imagem que estava muito mais à vontade com Kim Jong-un do que entre os líderes do G7 ainda há poucos dias. Fica a estranha sensação que Trump parece confortável ao lado de Kim Jong-un, mais do que na já icónica fotografia onde jaz sentado sob o avanço intimidador de Angela Merkel. Como escreve Rui Cardoso, este é apenas um dos pontos pela qual esta cimeira pode ser uma ratoeira para Trump.

No final desta cimeira histórica em Singapura, Donald Trump e Jong-un vão reclamar para si vitória. O primeiro por ter conseguido fazer do mundo um lugar mais seguro, o segundo por ter vergado a poderosa América à sua vontade. Só o tempo dirá se Singapura foi palco de um acontecimento de relevância ou de um espetáculo adequado ao ego de cada um dos intervenientes.

Se Trump é difícil de perceber, entender o que vai na cabeça de Kim Jong-un só pode ser um exercício impossível. No limite um ditador sanguinário procura acima de tudo a sua sobrevivência. E isso passa por garantir a segurança do seu regime, o respeito interno e alguma forma de salvar a Coreia do Norte de uma eterna crise económica. Já Trump procura a desnuclearização da região e a diminuição da confrontação com a Coreia do Sul e o Japão — (só no ano passado a Coreia do Norte fez seis testes nucleares e lançou 24 mísseis experimentais)— e até alguma diminuição da influência da China junto do regime norte coreano.

Mas o que significa a desnuclearização da Coreia do Norte? Os dois países podem ter posições muito diferentes sobre este ponto, mas na visão ocidental isso implica o desmantelamento e remoção de todas as armas nucleares, a paragem do enriquecimento de urânio, o encerramento de reatores nucleares e de locais de testes, a paragem da produção de bombas de hidrogénio, e a garantia de total acesso de inspetores independentes a todos estes sítios.

E hoje estarão mais ou menos a aplaudir de pé o “Fuck Trump” de Robert de Niro?

SPORTING, E VÃO MAIS 4. Bas Dost, Gelson, William, Bruno Fernandes e com eles 114,5 milhões de euros. “Cala-te, pá!”. Até quando Bruno de Carvalho continuará a falar para tentar explicar o que não tem explicação? Até quando continuará a ter o apoio dos sócios? A crise do Sporting há muito que é uma hecatombe. Só o presidente do Sporting não vê que o problema é ele. Os jornais de hoje contam que Battaglia, Acuña, Mathieu e Rúben Ribeiro podem ser os próximos a rescindir. E há já quem diga que alguns podem estar a caminho do Benfica.

Ontem à noite Bruno de Carvalho voltou a falar em cabala contra o Sporting, mas deixou uma novidade. Se os jogadores voltarem ele demite-se de imediato, desde que eles assumam que voltam para jogar no Sporting mesmo que ele volte a ganhar futuras eleições.

OUTRAS NOTÍCIAS
Escolas fechadas a tempo e horas
A greve dos professores às reuniões de avaliação pode levar a que milhares de conselhos de turma sejam adiados, o que significaria atrasos no lançamento das notas. O Ministério da Educação está preocupado com o impacto nas escolas e no normal encerramento do ano letivo e enviou novas orientações para "assegurar a atempada conclusão do ano letivo". Alunos vão poder ir a exame mesmo que não conheçam as notas dadas pelos seus professores.

Mais greves nos comboios Os sindicados lamentam as definições dos serviços mínimos da greve da CP e da Meway (antiga CP Carga) para esta terça e quarta-feira. Tanto que já há um novo pré-aviso de greve, para 23 e 24 de junho.

Melhores vias para os comboios A Infraestruturas de Portugal lançou um concurso para renovar 17 quilómetros da linha do Norte, entre Espinho e Vila Nova de Gaia. São 49 milhões de euros, que envolvem a eliminação de 18 passagens de nível, a elevação e alargamento de plataformas de acesso de estações e apeadeiros, a reformulação do layout das estações de Granja e Gaia e a criação de duas vias eletrificadas para aumentar a capacidade da via no transporte de mercadorias.

Colégios a fechar Foi há dois anos que o Governo decidiu rever os contratos de associação das escolas privadas e cooperativas. Dos 79 colégios que beneficiavam dos apoios do Estado, quatro fecharam no final do ano letivo 2016/2017, e mais dois na última semana.

Arguidos de Pedrógão O Ministério Público já ouviu duas centenas de pessoas na investigação aos fogos da zona centro em junho do ano passado. A acusação deverá estar fechada em agosto. E no total existem dez suspeitos formais, todos pessoas singulares.

A década de Moçambique A convicção é de Carlos Gomes da Silva, presidente executivo da Galp, que considera que Moçambique poderá vir a ser fundamental ao preencher a procura que se antecipa no mercado internacional de gás e que não será satisfeita pelos atuais produtores.

Más notícias de Itália O governo italiano recusou que o MS Aquarius atracasse. Matteo Salvini, o novo ministro do Interior italiano (da extrema direita), disse não e não, pondo em pausa o destino de 629 pessoas. E cantou vitória quando Pedro Sánchez disse que os refugiados, incluindo 100 crianças, que tinham sido resgatados no mediterrâneo, eram bem recebidos em Valência. A situação a bordo é dramática e quase insustentável. Espera-se um verão tenso durante o qual o fluxo de migrantes deve aumentar consideravelmente.

Boas notícias de Itália Giovanni Tria é o novo ministro da Economia/Finanças de Itália, que no domingo veio acalmar os mercados e os países europeus ao afirmar que “a posição do Governo é clara e unânime. Não há qualquer discussão sobre sair do Euro”. Os mercados aplaudiram, com uma queda acentuada da taxa de juro da dívida italiana e uma subida das ações dos principais bancos italianos.

O desertor que estava ali na esquina William Howard Hughes, oficial da força aérea norte americana com acesso a material secreto, estava desaparecido há 35 anos. Afinal vivia desde então na Califórnia.

Cripto-insegurança Durante o fim de semana, a criptomoeda Coinrail foi alvo de um ataque por hackers. Resultado: por todo o mundo o valor das moedas virtuais está em queda e a atingir o valor mais baixo dos últimos dois meses. A juntar às más noticias está a informação de que os reguladores norte-americanos abriram uma investigação sobre uma possível manipulação do mercado.

Dieselgate As autoridades alemãs fizeram buscas nas residências de altos funcionários da Audi relacionadas com a investigação criminal sobre o escândalo das emissões dos veículos da Volkswagen. Estão a ser investigados mais de 20 suspeitos de terem pactuado com a fraude.

Morte no asfalto O jovem piloto espanhol de Moto 3 Andreas Pérez, de 14 anos, não resistiu aos ferimentos causados num gravíssimo acidente de domingo, no circuito de Montmeló (Catalunha).

Vidas presas no gaming Um jovem inglês de 15 anos poderá vir a ser o primeiro caso de severa dependência por jogos online a ser diagnosticado pelo sistema de saúde britânico.

Penas exemplares em Hong Kong Três jovens manifestantes da oposição radical foram condenados a severas penas, as mais altas para este género de ‘crimes’ desde que o território voltou para a administração chinesa. Um dos líderes de um movimento que defende a independência em relação à China, Edward Leung, foi preso por seis anos por tumultos e ataques à polícia num protesto em 2016. Dois outros ativistas, Lo Kin-man e Wong Ka-kui, receberam penas de sete anos e de três anos e meio de prisão, respetivamente.

Vamos às capas de alguns jornais de hoje O Público escreve que “Licenças para explorar apostas online vão duplicar em Portugal”. E ainda que a OCDE coloca Portugal fora dos melhores exemplos de avaliação e formação de professores.
O Jornal de Notícias titula que o “Ministério vai obrigar os professores a dar notas”. O Diário de Notícias diz que os bancos consideram que a “nova lei das rendas pode aumentar a prestação da casa”. O Correio da Manhã escreve que alguns dos jogadores que rescindiram com o Sporting podem estar a caminho do Benfica. O Negócios dá destaque a uma declaração do comissário europeu para os Assuntos Económicos onde afirma que Portugal está melhor mas que não estará livre do passado. E escreve ainda que afinal teremos juros de crédito negativos pelo menos até 2020.

O QUE DIZEM OS NÚMEROS
70 balcões
da Caixa Geral de Depósitos deverão ser encerrados até ao final do ano. A maioria deles deverá fechar até ao final deste mês de junho, essencialmente nos maiores centros urbanos do país, em especial na grande Lisboa e no grande Porto.

60,9 milhões de euros foram os lucros do Novo Banco no primeiro trimestre. Nos primeiros três meses de 2017 tinha registado prejuízos de 130,9 milhões de euros.

920 mil é o número de deslocados na Síria em 2018. Um novo recorde de uma guerra que começou em 2011.

30 milhões de dólares é o valor a que poderá chegar o novo contrato de patrocínio que Roger Federer estará a negociar com a UNIQLO.

1,5 euros é o preço pedido por cada sardinha durante as comemorações dos Santos Populares em Lisboa.

O QUE EU ANDO A LER
Responda a esta pergunta: quantos anos, em média e no mundo inteiro, as mulheres com 30 anos passaram na escola (sabendo que a resposta certa para os homens é de oito anos)? Para ser mais fácil, pode escolher entre estas três respostas possíveis: 7 anos, 5 anos ou 3 anos.

Já vamos à resposta. Hans Rosling era um homem de factos que descobriu que as pessoas são profundamente ignorantes sobre as estatísticas do mundo. Tudo porque existem ideias preconcebidas sobre determinados temas. Uma delas é sobre o acesso das mulheres à escola. As pessoas no mundo ocidental são muitas vezes confrontadas com a terrível realidade do pouco acesso das mulheres à educação, o que de facto acontece em muitos países. Mas qual é a realidade do mundo como um todo?

Numa das suas muitas ‘TED Talks’, Rosling fez a mesma pergunta à audiência. A esmagadora maioria das pessoas responde 3 ou 5 anos, quando na realidade a resposta correta é 7 anos.

Uma falta de conhecimento gritante que alastra às mais diferentes áreas e grupos socioeconómicos e profissionais. Em alguns testes até os membros do media obtiveram globalmente resultados ainda mais divergentes.

Hans Rosling faleceu no ano passado, mas o seu filho, fundador e CEO da Gapminder Foundation, terminou o livro que começou a escrever com o seu pai e que pretende mudar a visão híper dramática que as pessoas têm do mundo. O resultado é o Factfulness.

Este Expresso Curto fica por aqui, tenha uma ótima terça-feira, e um bom feriado amanhã, se for caso disso. E já agora aproveite o bom tempo que deve finalmente regressar na quarta-feira.

Partilhe esta edição