A Beleza das Pequenas Coisas

Fernanda Torres: “Os meus momentos de glória são muito parecidos com os meus fracassos”

Ela é uma das atrizes mais prestigiadas do Brasil, por cá tornou-se popular com a participação na série televisiva de humor “Os Normais”. Filha de duas figuras maiores da representação – Fernanda Montenegro e Fernando Torres – cedo ganhou uma identidade artística que a levou a ser distinguida, logo aos 21 anos, com o prémio de melhor atriz em Cannes, pelo filme “Eu sei que vou te amar”. Há cinco anos arriscou a literatura e estreou-se no primeiro romance, “Fim”, sobre a vida e a morte de cinco velhos amigos cariocas. A crítica rendeu-se à sua escrita, o que a motivou a escrever o segundo, “A Glória e o seu Cortejo de Horrores”, sobre as desventuras de um ator de meia idade caído em desgraça. “Todo o livro é uma autobiografia. Não existe nenhum autor que não escreva a partir da sua visão”, revela Fernanda nesta conversa franca sobre o bom e o menos bom que ficou lá atrás e as maravilhas e descobertas da maturidade. Para ouvir neste episódio do podcast “A Beleza das Pequenas Coisas”

Bernardo Mendonça

Bernardo Mendonça

Entrevista

Jornalista

João Santos Duarte

João Santos Duarte

Edição

Jornalista

Mário Henriques

Ilustração

Assinar no iTunes: http://apple.co/2mCAbq2
Assinar no Soundcloud: http://bit.ly/2nMRpRL
Se usar Android, basta pesquisar A Beleza das Pequenas Coisas na sua aplicação

Ainda neste episódio pode ouvir a rubrica "Eu não sou de intrigas, mas...", onde comentamos a entrevista da semana e sugerimos mais dois podcasts que andam no nosso ouvido.
E, como já é hábito, no final pode conhecer o oitavo testemunho da rubrica "Toda a gente tem uma história", relatado desta vez pelo Márcio Pais, um ouvinte de 29 anos que vive emigrado há 10 em Genebra, na Suiça. O que nos conta é um certo desconforto por se sentir "um filho de terra nenhuma".
Este é um desafio que lançamos semanalmente aos ouvintes para que partilhem também as suas experiências e relatos, maiores do que a vida, ou tão simples como ela pode ser. E nviem-nos os vossos textos e áudios, assim como o vosso feedback, comentários e sugestões, para:
abelezadaspequenascoisas@impresa.pt