Revista de imprensa

BES mau exige ao Goldman Sachs 90 milhões de euros em comissões

O colapso do BES continua a originar ações judiciais

Foto José Carlos Carvalho

Valor foi pago em comissões na montagem da Oak Finance, a dias da dissolução do banco liderado por Ricardo Salgado

A comissão liquidatária do Banco Espírito Santo (BES mau) está a exigir 90 milhões de euros à Goldman Sachs Internacional, o braço do Reino Unido do grupo bancário americano, avança o “Jornal de Negócios” esta quinta-feira.

Este valor foi pago em comissões na montagem da Oak Finance, a dias da dissolução do banco liderado por Ricardo Salgado. De acordo com o matutino, a Goldman já contestou esta decisão.