Sociedade

Descodificador:  vem de norte o vento mais forte

Spencer Platt/GETTY

“Vento, eu na praia a levar com vento / A rogar pragas e a culpar São Pedro / que mal fiz eu ao céu”, cantam os Deolinda. A resposta: nenhum. É mesmo assim. Só não costuma ser tanto

1 Esta ventania é normal?

Prepare-se para uma resposta à prova de tudo. Inclusive de ventos fortes. Sim, é normal, embora normalmente não seja assim. Ou seja, se há coisa que faz parte do verão na costa ocidental portuguesa é a nortada. O vento até pode soprar fraco durante o dia, mas ao final da tarde é como se empurrasse toda a gente para fora da praia. Este ano, contudo, devido ao posicionamento do anticiclone dos Açores (esse fenómeno que todos os anos passeia pelo Atlântico), que se encontra perto da Irlanda, e à presença de uma depressão na Península Ibérica a ventania tem sido mais persistente. Como explica Bruno Café, do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), a conjugação dos dois fatores é responsável pelo vento moderado a forte que se tem vindo a sentir nas últimas semanas.

2 Isto é novo ou já nos esquecemos da última vaga de ventos fortes?

A memória é traiçoeira e ainda mais quando falamos de tempo — normalmente não vai além do verão passado. E que verão foi. De acordo com o Boletim Climatológico do IPMA, agosto de 2016 foi o que registou a temperatura máxima mais alta desde 1931. Houve noites tropicais e picos de calor, com a temperatura média no país a atingir os 38° em alguns dias. Junto à praia, claro, o vento nunca parou.

3 O que é vento moderado? E forte?

A intensidade do vento mede-se em nós, mas normalmente, e por uma questão de facilitar a compreensão, é apresentada em km/h. De acordo com o IPMA, a escala de intensidade tem cinco níveis. Vento fraco, coisa rara este mês, é aquele que sopra a menos de 8 nós (15 km/h). O vento moderado atinge uma intensidade entre os 15 e os 35 km/h; subindo os valores para o intervalo entre 36 e 55 km/h quando se trata de vento forte. Vento muito forte, expressão recorrente no estado do tempo, é aquele que pode chegar aos 75 km/h. A partir daí, ou seja para valores acima de 75 km/h, os meteorologistas usam a classificação de vento excecionalmente forte.

4 Ainda vai durar?

Pelo menos nos próximos três dias vai abrandar. O IPMA não prevê rajadas de vento fortes, ainda que persista a nortada na costa ocidental, acentuando-se ao final da tarde. Os mais organizados, e crentes na sabedoria popular, podem consultar a agenda do ano passado e ver que tempo fez no dia 9 de agosto. Dizem as canículas que o estado do tempo nesse dia é o resumo do tempo que vamos tendo este mês. Por outro lado, tendo em conta a ventania que se fez sentir na quarta-feira, dia 9, o agosto do próximo ano não vai ser famoso. Hoje é 12: olhe pela janela e contemple o mês de novembro.