Sociedade

Suspeito de atear incêndio em Felgueiras ficou em prisão preventiva

O homem, de 44 anos, tinha sido detido pela GNR esta sexta-feira. Tribunal decretou a medida de coação mais grave depois do suspeito ter reincidido no mesmo crime


O Comando Territorial da GNR do Porto anunciou este sábado a detenção, em Felgueiras, de um homem de 44 anos indiciado pela prática do crime de incêndio florestal.

Em comunicado, a GNR esclarece que o homem, detido sexta-feira, foi presente durante a manhã de hoje ao juiz de instrução criminal para primeiro interrogatório, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de prisão preventiva.

O suspeito, que já se encontrava com a medida de coação de apresentações periódicas no Posto Territorial de Felgueiras pela prática do mesmo crime, foi surpreendido em flagrante por um familiar, que de imediato acionou a GNR, permitindo assim formalizar a detenção.