Sociedade

Centenas de sismos de média magnitude registados desde a madrugada em São Miguel

A atividade sísmica foi sentida nas freguesias de Porto Formoso, Rabo de Peixe, Água do Alto e Furnas

Centenas de sismos de média magnitude, com valores entre 1,9 e 3,6 na escala de Richter foram registados desde as 2h53 desta segunda-feira na ilha de São Miguel, Açores, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Em comunicado, o IPMA informa que desde essa hora (3h53 no continente) tem sido detetado um aumento da atividade sísmica na região do Congro (Lago do Congro, Vila Franca do Campo).

Como exemplo, e de acordo com o IPMA, os sismos foram sentidos nas freguesias de Porto Formoso, Rabo de Peixe, Água do Alto e Furnas com magnitudes de 2,7, 3,0, 3,2, 3,2 e 3,1, respetivamente, entre as 3h06 e 4h05.

Posteriormente, foram sentidos mais sismos nas zonas da Ribeira Seca (freguesia de Vila Franca do Campo) e em São Brás (freguesia da Ribeira Grande) com magnitudes a variar entre 2,9 e 3,2, respetivamente.

Em comunicado, o Centro de Informação e Vigilância Sismovulcânica dos Açores (CIVISA) adianta que desde as 23h47 de domingo (00h47 desta segunda-feira em Lisboa) foram registadas várias centenas de microssismos com epicentro entre as lagoas do Fogo e das Furnas, na sua maioria de magnitude inferior a 3 na escala de Richter.

De acordo com a informação recolhida pelo CIVISA, foram sentidos até cerca das 8h desta segunda-feira pelo menos 17 eventos, o mais forte dos quais ocorreu às 6h18 (hora local) e foi sentido com intensidade máxima de V na escala de Mercalli Modificada.

“Na generalidade, os eventos têm sido sentidos numa faixa entre Água de Pau e Povoação, a sul, e Rabo de Peixe e Fenais da Ajuda, a norte”, revela o CIVISA, acrescentando estar a acompanhar o evoluir da atividade.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) registou às 7h17 (hora local) nas estações da Rede Sísmica do arquipélago dos Açores, um sismo de magnitude 3,6 na escala de Richter com epicentro localizado a cerca de seis quilómetros a Sul-Sudeste de São Brás, em São Miguel, que foi sentido.

Esta segunda-feira de manhã, uma fonte do Serviço de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores indicou à Lusa ter recebido durante a noite pedidos de informação da população de São Miguel, na sequência dos sismos.

A mesma fonte adiantou que o Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores está a acompanhar a situação, encontrando-se de prevenção.

O IPMA adianta ainda que serão espectáveis mais sismos sentidos naquela zona.

(Notícia atualizada às 11h28)