Sociedade

Recuperadas três armas roubadas há um ano na sede da PSP

Logo após o roubo, a PSP fez um levantamento interno para confirmar o número de registo das armas de todos os operacionais

Três das 57 glocks roubadas na sede da PSP na Penha de França, em Lisboa, foram recuperadas esta segunda-feira. A notícia foi confirmada pelo Expresso.

Há um ano, o desaparecimento de 57 pistolas glock da sede da PSP era notícia. Na altura, quatro das armas acabaram por ser apreendidas poucos dias depois do surgimento da notícia, nas mãos de criminosos. Uma delas estava na posse de um traficante de estupefacientes, no Porto; outras três foram apreendidas pela polícia espanhola, em Ceuta.

Logo após o roubo, a PSP fez um levantamento interno para confirmar o número de registo das armas de todos os operacionais.

Um mês depois do roubo, o PSP instaurou processos disciplinares aos elementos da “cadeia hierárquica” do Departamento de Apoio Geral da direção nacional, anunciou esta terça-feira o Ministério da Administração Interna (MAI).

O extravio destas 57 armas foi detetado após a apreensão de uma arma de fogo da polícia durante uma operação policial que decorreu no Porto, em janeiro de 2017.