Sociedade

Maia. Queda de parte do telhado da Porto Editora faz três feridos

Acidente provocou três feridos ligeiros, funcionários da empresa, que foram assistidos de imediato no local. As causas já estão a ser apuradas mas poderá estar relacionado com as más condições meteorológicas

Parte do telhado da Porto Editora, na Maia, ruiu esta quarta-feira, às 11h05, provocando três feridos ligeiros que foram assistidos de imediato pelo INEM no local e que já foram transportados para as suas casas.

O assessor da Porto Editora, Paulo Gonçalves, explicou ao Expresso que uma pequena parte do teto da nave central da gráfica acabou por ruir, naquilo que acreditam ser um acidente provocado pelo mau tempo que "coincidiu com condições extremas".

O piquete de segurança da editora atuou de imediato, antes da chegada das autoridades, e procedeu a retirar os funcionários do edifício.

As causas exatas do acidente ainda estão por apurar, garante Paulo Gonçalves, mas a explicação mais plausível é que tenha sido provocado pelo mau tempo. Contudo, irão aguardar por novas informações da Proteção Civil pelo que a unidade só vai ser retomada na sua totalidade quando "tudo estiver perfeitamente tratado".

A notícia foi avançada inicialmente pela SIC, que dava conta de 5 feridos, mas tanto fontes do Comando Distrital de Operações de Socorro como fontes da Porto Editora já confimaram a existência de três feridos ligeiros.

Os feridos são todos funcionários da empresa.

(Notícia atualizada às 12h38)